Notícias

All
0
Blog
0
Destaque
0
Imprensa
0
Non classé
0
Notícias
0
People
0
Sem categoria
0
Stuff
0
Trip
0
_HOME
0
Blog Destaque Imprensa Notícias _HOME

2° Encontro de Mulheres do Agro tem novo formato com diferentes palestras

26 de junho de 2018
O 2° Encontro de Mulheres do Agro reuniu 75 participantes na sede da Belagrícola, em Londrina (PR), na tarde do dia 7 de junho. As convidadas vieram de diferentes cidades do Paraná e de São Paulo.   As produtoras foram recebidas pela diretora-administrativa Rebeca Lins, que abriu oficialmente o evento agradecendo a presença de todas e apresentando a programação de palestras. O consultor Wellington Moreira foi um dos palestrantes e falou sobre gestão com destaque para o papel feminino dentro das organizações. “A mulher está ocupando seu espaço e não é simplesmente por causa de uma cultura de diversidade. As mulheres têm muitas competências que os homens não possuem, como flexibilidade, polivalência, capacidade de gerir pessoas”. Cláudia Carlomagno, produtora de Cornélio Procópio (PR), embaixadora do Projeto Mulheres do Agro, foi uma das palestrantes. Ela contou sobre sua experiência à frente de sua propriedade, que ganhou prêmios nacionais de produtividade e elogiou a iniciativa da Belagrícola : “As mulheres estão cada vez mais mostrando que realmente estão no agronegócio. E nós estamos em busca de muita informação. Quando essa informação vem acompanhada de um momento de troca, como tivemos nesse evento, é muito melhor. É por isso que essa iniciativa da Belagrícola é fantástica e tem que permanecer”. Fofão, ex-atleta da seleção brasileira de vôlei e medalhista olímpica, que também participou do encontro, falou pela primeira vez a um público feminino ligado ao agronegócio. “Contei a minha experiência como atleta e por que a motivação é importante. Nós, mulheres, temos uma capacidade muito grande de superação. Só precisamos despertar para isso”. As participantes elogiaram bastante a palestra de Laura Moraes, gerente de Gente & Gestão da Belagrícola. Ela destacou as principais mudanças e impactos da reforma trabalhista no campo e respondeu a várias dúvidas da plateia. Convidadas destacam importância do evento Para Thais Antonangelo, de Ourinhos (SP), o evento da Belagrícola “é mais do que essencial”. “Contribui para a troca de conhecimento e motiva as mulheres a estarem mais no campo”. Neuza Tomimatsu, de Londrina (PR) também elogiou: “Foi muito bom, construtivo. Esse tipo de encontro para nós, agricultoras, é muito bom porque nos ajudar a crescer na área do agronegócio”. Fernanda Ribeiro, de Tarumã (SP), gostou da escolha dos temas. “Neste segundo encontro foram abordados temas mais práticos e realistas. E é interessante para nós, mulheres do agro, que ficamos cada uma em lugares diferentes, termos um ponto fixo para essa troca de informação. E a Belagrícola está abrindo as portas para nós”. Rebeca Lins, diretora administrativa da Belagrícola e idealizadora do Encontro das Mulheres do Agro, afirma que a intenção da empresa é dar continuidade ao projeto. “As participantes elogiaram bastante o conteúdo, o nível dos palestrantes, a formatação. A ideia é continuar melhorando porque é um projeto que vem dando um excelente resultado. Podem aguardar porque já estamos programando os próximos encontros”.

Programação especial no mês da mulher

20 de março de 2018
“Work like a girl – O poder das mulheres no trabalho” é o tema da campanha da Belagrícola com várias ações para reconhecer a importância das mulheres no mês de março. Todas as colaboradoras ganharam um espelho portátil com a frase “Olhe a si mesma e veja o poder que existe dentro de você” como homenagem pelo Dia Internacional da Mulher. A Bela promoveu ainda em 9 de março, na sede, em Londrina, a palestra “Diferencial feminino como estratégia para alavancar o negócio”. Participaram clientes, colaboradoras e estudantes de Agronomia. A consultora Niceia Henrichsen, que ministrou a palestra, destacou a necessidade de buscar equilíbrio entre a vida pessoal, familiar, profissional, social e afetiva A importância feminina na agricultura tem crescido ano após ano. Hoje, 30% das propriedades rurais no Brasil estão sob o comando de mulheres. “Elas estão muito bem preparadas e, geralmente, tem um posicionamento muito forte, coerente, respeitado e profissional quando se trata de negócios”, afirma Rebeca Lins, diretora administrativa da Belagrícola. Para a produtora Celina Fátima dos Reis Terassi, a mulher está em condições de igualdade com o homem. “Lado a lado, não na frente e nem atrás. A mulher não é mais do que o homem e o homem não é mais do que a mulher”. Sheila Bonini, estudante de Agronomia, afirma que o Agronegócio está mais aberto à presença feminina. “A mulher está crescendo a cada dia neste ramo. E o evento de hoje trouxe uma reflexão sobre este novo campo que está se abrindo para a mulher”. Para Lilian Azevedo Miranda, produtora e cliente da Bela, o conteúdo da palestra foi estimulante: “Esse tipo de mensagem melhora a autoestima. Nos sentimos com mais confiança para participar da produção, sabendo que também podemos colocar nossos pontos de vista”. O evento foi encerrado com uma visita às instalações da Belagrícola e, ao final, ficou a certeza que outros encontros serão marcados.

BelaSafra 2018 terá aplicativo mobile

27 de janeiro de 2018
O BelaSafra 2018 – “Conectando informação à produtividade” – terá uma grande novidade tecnológica nesta edição: um aplicativo mobile exclusivo para o evento, que vai possibilitar uma experiência muito mais interativa entre os participantes e a Belagrícola e também com os expositores. O aplicativo BelaSafra 2018, que já está disponível para download gratuito nas lojas App Store e Google Play, oferece as seguintes funcionalidades:   Agenda interativa Mapa do evento Rede social exclusiva para os participantes Programação completa Relação de expositores Quizzes Realidade aumentada Prêmios diários   As premiações serão realizadas de acordo com a visitação dos participantes nos estandes através do leitor do QR Code e das respostas aos quizzes. Baixe já o aplicativo BelaSafra 2018 e comece suas postagens agora.